14 Abril, 2005

quando for grande quero ser dentista e ganhar muito dinheiro

Posted in desabafos às 20:39 por catarinia

Cheguei agora do dentista, a pensar se não terei sido assaltada.

Fui lá para tratar uma cárie, mas era tão pequenina que não precisava de anestesia. Então aproveitei para tratar logo de outra, que também era tão pequenina, que não precisava de anestesia. De maneira que foi um instantinho enquanto as minhas minúsculas cáries foram exterminadas: um nadinha de broca aqui, mais um nadinha de broca ali, agora tapa este buraquito, e depois tapa o outro buraquito, e já está! Como novos, não doeu nada e não demorou nem 15 minutos. Doeu foi na hora de pagar a consulta!

A menina (com um ar muito angélico e sorriso enorme, a mostar um brilhante cor de rosa espetado no dente): – São 68 euros, fáxavor
Eu (com cara de parva): – Quanto???
A menina: – 68 euros, já com o desconto da Universidade (sorriso enorme, brilhante)
Eu (com ar incrédulo): – Então mas a consulta foi tão rápida, nem levei anestesia nem nada… Esse disparate de dinheiro paga o quê?
A menina: – Pois, não foi preciso… Mas tratou DUAS cáries! (mais sorriso enorme, mais brilhante)
Eu (quase a ficar danada): – Pois… A electricidade está cara, está.
A menina: – A medicina dentária é muito cara, já se sabe (agora com um sorrisinho amarelo, a mostrar só um bocadinho do cor de rosa do brilhante)

Vá, toma lá a porcaria do cheque. Passa para cá o recibo, e raios partam os dentistas. 68 euros em 15 minutos… Até me esqueci de marcar a próxima consulta. Tenho aqui mais uma cárie tão pequenina, que se calhar também nem precisa de anestesia, que vai ficar à espera que me passe a neura.

4 comentários

  1. Selma said,

    Como te compreendo. Ontem passei pelo mesmo, anda tudo a afinar os dentes para Primavera🙂

  2. catarinia said,

    Oh, se isto fosse de agora… Desde Setembro que ando nesta vida, quase todas as semanas a caminho do dentista! Os meus dentes resolveram insubordinar-se e iniciar um autêntica revolução.
    Se juntasse o dinheirinho todo que já lá deixei, dava para fazer uma viagem à volta do mundo! Assim vou ter que fazer um seguro aos dentes, que esta boquinha encerra uma verdadeira fortuna…
    Bem, preciso mesmo de depurar este ódio aos dentistas.

  3. AcesHigh said,

    por acaso tb tenho k la passar pra tratar de um dente… qt aos euros por acaso tenho sorte em trabalhar num empresa que me paga metade da factura…
    mas k tao muito caras as consultas, tao!😦
    um beijo*

  4. catarinia said,

    Andei a fazer uma pesquisa rápida por amigos que vivem ou já viveram no estrangeiro, e é uma vergonha o preço que pagamos pelos dentistas. Depois ainda se admiram que a saúde oral ande pelas ruas da amargura!
    Na Noruega paga-se mais ou menos o mesmo por uma consulta, mas com a diferença que o problema fica tratado de uma só vez. Na Eslovénia a mesma coisa. Cá, temos que voltar ao dentista pelo menos umas 3 vezes até um dente ficar arranjado, e de cada vez são pelo menos uns 30 ou 40€. É sempre a pingar!
    No Brasil parece que é baratíssimo arranjar os dentes. Até nos bairros degradados, toda a gente tem a boca que é uma beleza, porque há uma carrinha-consultório que vai lá à praça principal todas as semanas, arranjar os dentes a quem precisa.
    A minha Mãe arranjou os dentes no Perú. E aproveitou para por pontes fixas em dois dentes que tinha tido que arrancar, porque enquanto cá fazer isso custa centenas de contos, lá é muito mais barato.
    E mais uma vez, em Portugal, parece que o céu é o limite!

    Obrigada pelos comentários. Afinal parece que anda mesmo toda a gente a tratar da dentição!


Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: