12 Setembro, 2006

cadeia de catástrofes arrasadoras

Posted in dramas domésticos às 13:50 por catarinia

A Lei de Murphy adora-me! Aliás, havendo uma definição da Lei de Murphy nos dicionários, é provável que a minha fotografia venha lá ao lado. Chega a ser impressionante…

Posto isto, a tecnologia detesta-me! Não é que eu não goste dela – que até gosto! – ela é que não pode comigo. Portanto, juntando estes dois factores e aplicando a Lei de Murphy à minha relação conflituosa com a tecnologia…

Ontem o meu computador finou-se de vez.
Logo de seguida, o micro-ondas também.

Será isto normal? As duas coisas no mesmo dia? Por favor…

6 comentários »

  1. MaD said,

    Lá diz o povo:
    Uma desgraça nunca vem só…
    Do mal o menos.
    Podiam-se ter avariado ainda mais coisas, o que, com um pouco de optimismo, ainda foi sorte não ter acontecido…
    Saudações.

  2. É preciso ter calma e descontracção. Mesmo assim podia ser pior. Lembre-se disso. Pensamento positivo

  3. LOL, mas o teu amiguinho computador não foi ao “sr doutor” há uns meses atrás? Isso do microondas é que já foi puro companheirismo pela perda de um membro da familia😉

  4. Cientista said,

    Talvez fosse um desgosto amoroso😛

  5. Roma said,

    Deste modo expresso a minha solidariedade! Presentemente estou a desenvolver uma teoria que desmente a existência de vírus informáticos. Ou por outra, os vírus informáticos são normalíssimos vírus bio-mecânicos que NÓS transportamos. Daí a propensão de determinadas pessoas para serem alvos do embirro das maquinetas de linguagem binária. NÓS É QUE OS INFECTAMOS! Eu também gosto muito da tecnologia mas tudo o que vá para além de mudar as pilhas do comando assusta-me e torna-se potencialmente perigoso…
    Bejinhos

  6. catarinia said,

    Pois, de facto podia ter sido pior… A casa podia ter caído e nesse caso estragava-se tudo ao mesmo tempo. Aqui há uns tempos foi o esquentador, agora o computador e o microondas, sem dúvida que ando mesmo numa maré de sorte… Ehehehe!

    Foi ao doutor várias vezes, outras recebeu tratamento mesmo doméstico, mas desta foi-se de vez: o monitor teve um trecolareco. Coitadito, também já estava velhinho e cansado…

    Mas pronto, problema resovido. O imprestável do microondas é que vai ter de ficar para ali encostado feito mono, até que haja tempo para o substituir…

    Beijinhos a todos!🙂


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: